Tonin Interativo

Incontinência urinária: como comprar o melhor produto no Tonin.
date_range 25/10/2018 | Por: Tonin | Tag: Notícias

Aqui no Tonin você encontra roupa íntima e absorventes para todos tipos de necessidade.

O absorvente feminino vem com indicações de escapes desde moderados até os mais intensos.

Já as roupas intimas são discretas e absorvem na medida certa. Os modelos foram pensados tanto para homens e mulheres ativos, como para adultos com baixa mobilidade.

No Tonin você encontra uma gama completa com fraldas geriátricas e roupas intimas.

A incontinência urinária pode afetar homens e mulheres, mas há alguns fatores que são específicos do gênero feminino – como partos normais sucessivos, a gangorra hormonal e a chegada da menopausa. Existem ainda características da anatomia feminina que as deixam mais expostas à incontinência urinária, como o tamanho da uretra. Como resultado, as mulheres são a maioria: 75% das pessoas com incontinência urinária são mulheres.

Quem sofre de diabetes está mais propenso a ter incontinência urinária! A perda involuntária de urina pode ser causada por diversos fatores, sendo, às vezes, consequência de um problema que precisa ser investigado.

Infecção na bexiga - É uma causa frequente de escape da urina. Uma vez tratada, a incontinência urinária pode regredir.

Pneumonia - É uma infecção grave, que debilita o organismo e pode levar a uma incontinência urinária temporária.

Bebidas - Consumo excessivo de álcool ou de café provoca hiperatividade da bexiga, que se contrai sem aviso do cérebro, o que em alguns casos pode levar à incontinência urinária.

Esforço - a urina escapa na hora de espirrar, tossir, levantar peso e até correr... Nesse caso, é possível haver alguma lesão prévia da válvula (o esfíncter) que controla a saída do xixi: é sempre importante consultar a opinião de um médico.

Obesidade - A obesidade também contribui para a incontinência. O excesso de peso exerce pressão sobre a bexiga, que pode ficar flácida e “cair”.

Envelhecimento - Com o passar dos anos, a quantidade máxima de urina que a bexiga pode reter diminui e aumenta a frequência das idas ao banheiro. Nem sempre, porém o tempo entre o alerta dado pelo cérebro e a decisão de urinar é suficiente.

Menopausa - Na menopausa, a ausência de alguns hormônios leva o esfíncter, que controla a passagem da urina, a ficar mais fino. Ele pode perder a capacidade de fechar hermeticamente e o xixi pode escapar sem aviso.

Partos - O esforço durante o parto pode comprometer o funcionamento do esfíncter urinário. Outro fator de risco: durante a gestação, a pressão exercida pelo bebê sobre a bexiga contribui para maior escape de urina.

O chamado “intestino preso” também é outro fator que tem impacto sobre o controle do xixi entre o público feminino. O intestino está perto da bexiga e, em razão dessa proximidade, ambos compartilham os mesmos nervos: ao fazer força para evacuar, a bexiga “se engana” e pensa que é hora de urinar também. Por isso, as mulheres sofrem mais com a constipação. Ciclo menstrual, menopausa e até a timidez e o medo são alguns dos fatores que contribuem para prender o intestino.

 

Fonte

https://www.minhavida.com.br/saude/temas/incontinencia-urinaria

https://www.vivaplenitud.com.br/

 

Compartilhe


     

Cartões de Crédito e Débito

Cartões Alimentação*
*Cartão Alimentação não é aceito para compra de bebidas alcoólicas