Março Lilás - conscientização e prevenção do Câncer do Colo de Útero
date_range 13/03/2020 | Por: Tonin | Tag: Social

Março Lilás visa conscientizar mulheres sobre prevenção do Câncer do Colo de Útero

Além do Dia Internacional da Mulher, o mês de março também conta com a importante campanha de prevenção do Câncer do Colo de Útero. O Março Lilás visa conscientizar as mulheres sobre prevenção do tumor maligno que afeta a parte inferior do útero. A doença é uma das maiores causas de morte por câncer entre as mulheres no mundo.

 

Um dos principais fatores que levam ao desenvolvimento do câncer do colo de útero é o vírus HPV (Papiloma Vírus Humano), que infecta a pele e mucosas e é transmitido por meio de relações sexuais. Existem mais de 200 tipos de HPV, mas somente 14 podem causar câncer.

No Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de uterino é o terceiro tipo mais comum, ficando atrás apenas do câncer de mama e câncer colorretal. Atinge majoritariamente mulheres na faixa de idade dos 45 aos 49 anos.

 

Prevenção

A estratégia de prevenção e diagnóstico precoce recomendada pelo Ministério da Saúde abrange a utilização de preservativos, a realização de exame de Papanicolau, a partir dos 25 anos, e a vacinação contra o HPV, a partir dos nove anos de idade.

A importância da vacina

A campanha nacional de mobilização tem o objetivo de vacinar pelo menos 80% das meninas de nove a 13 anos de idade, público-alvo da campanha, formado por um total de 1,7 milhão de garotas. Desde 2017, o Ministério da Saúde passou a oferecer gratuitamente a vacina também para meninos na faixa de 12 a 13 anos.

Os primeiros sinais do Câncer do Colo de Útero

A doença possui um desenvolvimento lento, sem causar sintomas em estágio inicial. No entanto, em casos mais avançados o tumor pode causar:

- Corrimento vaginal anormal, com coloração e odores incomuns;

- Sangramento vaginal durante a relação sexual, entre as menstruações ou após a menopausa;

- Dor durante a relação sexual ou na pelve;

- Problemas urinários ou intestinais;

- Perda de peso involuntária;

- Anemia, devido ao sangramento frequente;

- Dores nas costas ou nas pernas.

Tratamentos

 

Entre os tratamentos mais recomendados está a cirurgia, a radioterapia ou em condições mais graves, a quimioterapia. Cada caso deve ser avaliado e acompanhado por um médico para receber o tratamento adequado de acordo com o tamanho do tumor, seu estágio e fatores como a idade.

 Apoie a campanha Março Lilás e previna-se!

FONTE:

 

https://www.boaconsulta.com/blog/campanha-marco-lilas-prevencao-do-cancer-de-colo-de-utero/

https://www.hcor.com.br/imprensa/noticias/marco-lilas-oncologista-do-hcor-alerta-para-o-aumento-de-casos-de-cancer-de-colo-do-de-utero/

https://agillemed.com.br/blog/oncologia/marco-lilas-campanha-de-prevencao-do-cancer-de-colo-de-utero/

 

 

Compartilhe



Disponível no Google Play Disponível na APP Store



SiteLock

Luiz Tonin Atacadista e Supermercados S/A